Não Olhe Para a Bola: Planejando Suas Reações

Tomar decisões sob pressão, sem a devida preparação, não é nada fácil. Os vieses momentâneos provocam reações involuntárias e, quase sempre, mal pensadas. Em muitos casos isso impede o alcance dos resultados desejados.

Para falar um pouco sobre essa questão, vamos fazer uma pequena analogia do Coach Esportivo com os âmbitos pessoais e profissionais. Falemos então sobre Futebol Americano.

Um Jogo de Estratégia

football2

O futebol americano é um esporte ainda pouco difundido no Brasil. Já ouvi diversas pessoas afirmarem que o acham monótono ou complexo, frente ao dinamismo constante do futebol (soccer). De fato, imperam grandes diferenças entre às modalidades, sendo uma das mais visíveis referente à forma de emersão das estratégias de jogo.

Grosso modo, a equipe técnica de um time de futebol americano possui um objetivo: prever onde a bola estará. É um exercício analítico dos possíveis movimentos do adversário e definição de contramedidas, quando ele estiver no ataque, ou o planejamento dos movimentos do próprio time, para quando o mesmo tiver a posse de bola.

Os possíveis cenários são então definidos e cada jogador é programado para agir de forma harmoniosa com uma estratégia global pré-estabelecida. Obviamente existem variações e imprevistos, mas em boa parte dos casos o time vai a campo com uma boa ideia do que pode acontecer. Aí você se pergunta: o que isso tem a ver com minha vida pessoal e profissional?

Como Você Responde a Fatos Previsíveis?

Como no futebol americano, existem cenários em nossas vidas que ocorrem de maneira repetitiva. Atitudes de pessoas próximas, situações profissionais, vícios… coisas incômodas às quais nem sempre sabemos como responder da melhor forma e que envolvem tomadas de decisões carregadas de emoção.

Quer uma dica? Não olhe para a bola, planeje seu jogo. Se você se concentrar no fato apenas quando ele ocorrer, existem grandes chances de tomar uma decisão que não é a correta, a mais lógica. Imagine com antecedência o que pode acontecer, pense com calma na melhor atitude a ser tomada e se concentre para responder conforme o planejado.

Os jogadores em campo têm de se ater a um plano de jogo e confiar que a bola estará posicionada no momento exato acordado com seus companheiros de equipe. Imagine se cada um deles decidisse o que fazer apenas na hora, com base no que parece acontecer com a bola. O mesmo vale para você.

E na Prática?

young man lookig at drawing business concept on wall

Pense na seguinte situação: você está em um emprego complicado. Ele te atrapalha a passar o tempo que gostaria com sua família e a se qualificar, pois você fica mais de 50 horas por semana no escritório. Todas as vezes que tenta se demitir, seu chefe lhe oferece um aumento substancial ou uma promoção. Você aceita, mas em poucos meses está frustrado novamente.

Se a sua prioridade momentânea não é mais dinheiro, por que não exigir outro tipo de compensação? Uma solução possível seria estipular medidas que satisfizessem suas outras necessidades e negociá-las, ao invés de aceitar mais dinheiro ou promoções. Porém, é difícil pensar nisso quando vier à mente o carro novo ou a casa maior. Portanto: decida o que fazer com antecedência.

Isso não garante que tudo sairá como o imaginado, no entanto você estará munido de estratégias bem pensadas, que lhe ajudarão frente a fatos prováveis de ocorrer. A bola (e suas interferências) não pode ser o seu guia durante o jogo. Pense onde ela estará e isso lhe permitirá saber onde você deve se posicionar.

Leave a Reply