A Ética Como Diferencial: O Caso Rei do iPhone

Há alguns dias foi publicado na Academia de Espartanos um artigo falando sobre a importância de manter a ética nos negócios (Confira aqui!). Já no dia 22 de abril nós nos deparamos com uma grata surpresa, que valida tudo aquilo em que nós acreditamos e comprova o quanto a honestidade vale de fato a pena! Confira:

Na semana passada viralizou no Facebook uma situação bem clássica: um cliente que se dirigiu a uma assistência técnica para solucionar um problema em seu smartphone e se sentiu lesado por um atendente que, sem nem sequer examinar o aparelho, precificou o serviço em R$ 180,00. Até aí nada de novo. A história ficou interessante quando o indivíduo se dirigiu a outro quiosque e solicitou a mesma avaliação.

13061978_10201527888516177_595214983062468441_n

Fonte: Facebook

Atravessando a rua ele foi ao Rei do iPhone e explicou o problema. O atendente pediu para avaliar o aparelho, identificou que era apenas sujeira e fez a gentileza de abrir e limpar. Ao devolver o smartphone, quando questionado sobre o valor do serviço, ele informou que não cobraria nada. Apenas repassou um cartão e pediu para ter seus serviços indicados a outras pessoas.

O bacana é que o cliente levou a sério. Ele postou a foto acima, que já recebeu mais de 320.000 curtidas e já tem mais de 72.000 compartilhamentos! Quer saber o resultado? Dá uma olhada:

Fonte: Facebook

Essa foto foi publicada no dia 25 de abril por outro usuário do Facebook, mostrando que além de ser o certo a se fazer, a honestidade pode ser um negócio bem rentável! E aí, vale ou não a pena?

Situações como essa têm de ser divulgadas e copiadas. Se quisermos um ambiente mais ético, é preciso presar por instituições e serviços que sigam esse caminho. Com o tempo, naturalmente, quem escolher continuar pela triste ideia da desonestidade, descobrirá o grande peso de ignorar clientes cada vez mais atentos e em busca de quem possam confiar!

E você, conhece alguma história semelhante? Conte para nós! Deixe seu comentário!

No Responses

Leave a Reply