Creed: Nascido Para Lutar – Coaching na Ponta da Luva

No início do ano foi lançado o Filme Creed: Nascido para lutar. Trata-se de uma derivação da franquia Rocky, que conta a história do boxeador mais famoso do cinema. A temática do combate pode até parecer simplista, mas se você olhar com atenção enxergará profundas mensagens do mais puro Coaching!

Antiga Fórmula, Novos Rumos

3048104-poster-p-1-a-glimpse-of-a-movie-that-aspires-to-be-way-more-thanQuem assistiu qualquer dos filmes de Rocky Balboa conhece bem a fórmula adotada: elementos de motivação, cenas de esforço descomunal, superação de crises e lutas que representam muito mais do que um desafio esportivo. Funcionou tão bem que rendeu 6 filmes e quase todos com críticas positivas.

Creed seguiu a mesma cartilha, mas conseguiu repaginar o universo de maneira perspicaz. Além de atualizar o contexto das lutas e de incluir novos dilemas, a história fortaleceu uma imagem que se destacou mais claramente do que em todos os filmes anteriores: o mentor.

Silvester Stallone deixa de lado o papel de protagonista e assume as responsabilidades de um Coach em vários âmbitos, ao aceitar o desafio de preparar para um doloroso combate um jovem que ainda não está preparado física e emocionalmente. Os contornos se expandem, o processo se torna recíproco e a batalha muda de proporção: sai do ringue e vai para a própria vida.

O resultado é um filme que vai fundo tanto em aspectos concretos, como desempenho, trabalho duro e produtividade, quanto em questões existenciais, motivação e superação. É tudo muito direto e em um ritmo que permite ao espectador acompanhar o esforço exigido pelo processo de crescimento e a evolução sistemática ao longo do tempo.Creed-Banner

Domine o Seu Mundo

Algumas das grandes questões que merecem atenção na história são:

  • A importância da autoestima
  • A forma como atenção e empatia podem mudar a vida das pessoas
  • Os grandes resultados que a dedicação traz
  • O controle que somos capazes de exercer sobre nosso próprio universo
  • A importância de nosso papel como líderes e mentores
  • A superação de crenças limitantes
  • O protagonismo que devemos assumir em nossas vidas

Tudo isso faz do filme uma obra indicada por nós, da Academia de Espartanos, que ainda deixamos aqui um dos mais fortes pensamentos compartilhados pela franquia:

“Não importa o quanto você bate, mas sim o quanto aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha.”

Rocky Balboa

Tem alguma sugestão de tema? Acesse nossa página de contato e dê sua sugestão! Ficaremos felizes em atende-lo!

No Responses

Leave a Reply