5 Coisas Que Te Impedem de Alcançar Seus Objetivos

failureOs objetivos têm papel central em nossas vidas: orientam nossas ações, nos motivam e dão significado à nossa existência. Dessa forma, um dos grandes trabalhos de um Coach é ajudar seus Coachees a se tornarem eficazes na busca dos resultados que almejam.

Pensando nisso, no artigo de hoje vamos falar sobre algumas das atitudes que podem minar suas energias e tornar difícil a trajetória até suas metas!

1.  Procrastinação

Procrastinar nada mais é do que “deixar para depois”. Você sabe o que quer, sabe como começar, mas adia em função de uma série de justificativas que na verdade ocultam questões como: comodismo, preguiça ou medo.

Não existe nenhuma fórmula mágica para se deixar de procrastinar. Você precisa assumir uma postura firme frente àquilo que deseja e partir para a ação. Portanto, se esse é o seu caso, o segredo é: Tire a Bunda da Cadeira (Famoso TBC). Pare de inventar desculpas e encontre o caminho!

2.  Pensar Sem Exatidão

Um dos aspectos principais de um objetivo é que ele precisa ser específico. Não basta, por exemplo, dizer que vai viajar o mundo inteiro. Qualquer um pode dizer isso. As grandes questões são: o que é “mundo inteiro” para você? Como exatamente você se vê fazendo isso? Com quem? Quando? Por quê? Por quanto tempo? Qual será a evidência de que você cumpriu seu objetivo?

Tudo isso conta e cada resposta muda drasticamente a forma como você buscará o objetivo. Sendo assim, sempre que estabelecer uma meta, pense especificamente naquilo que deseja, ao invés de imaginar algo genérico.

3.  Falta de Planejamento

Depois de saber aquilo que você deseja, vem a parte difícil: como você pretende chegar lá? Muitas pessoas deixam isso de lado e se dão mal. Quando caem em si se veem em um projeto inviável ou se perdem no meio do caminho porque não imaginaram os passos seguintes. Não caia nessa armadilha!

Sempre que estabelecer suas metas defina claramente:

  • Prazo
  • Atividades a serem executadas (quebre seu objetivo em metas menores)
  • Recursos necessários
  • Pontos de controle (o segredo aqui é definir o que, ao longo do tempo, vai te dizer se você está indo bem ou não)

De posse dessas informações você está pronto a identificar se o seu objetivo é alcançável ou não, bem como se preparar para enfrentar possíveis desvios ao longo do caminho.

4.  Individualismo

Ninguém alcança nada trabalhando sozinho. Se você é do tipo que acha o contrário, só pensa em si mesmo e se vê como o super-homem, cuidado! Pessoas são a base de tudo e de uma forma ou de outra você precisará delas. Por isso reveja seus conceitos.

Pense em todos aqueles que serão importantes para seus projetos e na forma como eles os influenciam. Planeje suas relações com essas pessoas e, além disso, se assegure de sempre manter um networking consistente. Por fim, jamais desrespeite o próximo, pois além de ser uma questão de caráter, você nunca sabe quem será importante para seus planos no futuro.

5.  Falta de Persistência

Climber standing on a mountain summit

Nosso último aspecto é a persistência. Você provavelmente imaginará um caminho direto e tranquilo até seus objetivos, mas ele não acontecerá. Projetos envolvem incertezas, que são as chances de algo dar errado. O que a experiência mostra é que algo sempre dá errado, para todos nós. Aceite isso e siga em frente.

Se você optar por desistir, seus objetivos automaticamente ficarão para trás. Por mais que recomece no futuro, terá perdido um tempo precioso. Sendo assim, o segredo é se adaptar e manter o passo constante. Nada de desanimar e perder tempo desistindo. Mude a rota se for preciso, mas jamais fique pelo caminho!

Leave a Reply