Enfrente a Crise: Faça Seu Mundo Girar

Estamos praticamente na metade de 2016. Para boa parte dos brasileiros o ano não andou, representou apenas um período de dura desilusão. Pois então, a proposta para hoje é muito simples: vamos adiantar nosso “Ano Novo”, ajustar a postura, calibrar as expectativas e partir para a ação: é hora de fazer seu mundo girar.

A Persistência da Dura Batalha

Back view of businessman with black umbrella and black cloud above

Eu não sei quanto a você, mas tenho ficado cansado só de pensar na palavra crise. Tanta coisa tem acontecido, tantos âmbitos foram afetados, tantas pessoas estão desiludidas que não é fácil passar por tudo isso sem se contaminar pelo pessimismo, pela desesperança.

O fato é que ninguém sabe para onde estamos indo. Muitos sugerem respostas, quando na verdade todos tateiam pela escuridão sem saber de onde virá uma luz e isso realmente é alarmante. A maioria se arrisca em bordões do tipo: “essa crise tem que passar logo” ou “deve durar mais uns 2 anos”.

A pergunta que quero fazer nesse momento, caro leitor, é muito séria: se você soubesse com toda certeza que essa crise não vai passar, que ela é nossa nova realidade, o que você faria? Responder essa questão pode salvar seu mundo.

Assumindo o Protagonismo

design-estrategico-branding-inovacao-e-comunicacaoEu sei que enfrentar uma crise não é fácil. Estou passando por ela tanto quanto você e sei de tudo o que ela tem tomado. Não quero ser leviano ou pedi-lo simplesmente para ser positivo. O que eu quero é ajudá-lo a colocar os fatos em perspectiva: se você não fizer nada ou se fizer coisas negativas como reclamar, seus problemas se resolverão? Suponho que não.

Ao invés de se concentrar nessa confusão toda, vamos mudar a abordagem. Responda: o que você pode fazer HOJE para melhorar sua situação? Não vem com essa conversa de que não faz ideia. Só para exemplificar:

  • O que você tem feito para ser mais econômico?
  • Quantos cursos gratuitos (como esses) você fez para se qualificar ou aprender algo novo nos últimos meses?
  • Quantos eventos e outras possibilidades de networking, que em muitos casos têm sido gratuitas, você tem explorado?
  • Quantas pesquisas você fez na internet a respeito do que as pessoas têm feito para driblar a crise?
  • Em algum momento você se dedicou a pensar seriamente em caminhos alternativos ou ficou preso à ideia de se realocar na sua área?
  • Quantos vídeos, artigos e demais materiais relacionados a motivação você tem buscado?
  • Quantos oportunidades de serviços pro bono você avaliou? Através delas você fará seu trabalho conhecido por mais pessoas e terá bem mais chances do que se ficar em casa espalhando currículos.

Essas são apenas algumas condutas de praxe que, se você ainda não assumiu, a hora é essa. E ainda vá além: busque uma resposta a todo o custo. Ficar apenas olhando para o teto, assistindo Netflix ou gastando energia com posturas negativas não te levará a lugar algum!

Coloque-se em Movimento

Motivated businessman ready to start to success

Ninguém resolverá seus problemas, aceite isso. Esqueça o governo, as empresas e qualquer outra fonte de esperança que não seja você mesmo. As coisas não estão fáceis e a maior forma de frustração é tentar encontrar soluções “express”. Qualquer resposta que você encontre nesse momento envolverá (muito!) trabalho duro.

Não permaneça estático. Se você encontrar um caminho através do qual consiga melhorar 0,5% a cada dia, perceba o quanto você terá crescido ao longo de 1 ano! Desilusão e espera não vão te levar a lugar nenhum, portanto insista, teime, recomece e tape seus ouvidos para as influências negativas.

“É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas graça das graças é não desistir nunca.”

Dom Helder Câmara

Leave a Reply