Mr. Robot: Sobre Um Mundo Inconsistente

A alguns meses, por indicação de um amigo, passei a acompanhar a série Mr. Robot, exibida no Brasil pelo canal Space. Dei um voto de confiança à dica, pois ainda não ouvira nada sobre o programa. O resultado foi uma grata surpresa: fui atingido em cheio por um trabalho alucinante sobre as pequenas grandes coisas sem sentido em nosso mundo.

Um Tanto Quanto Incômodo

mr-robotA série gira em torno de um Engenheiro de Segurança da Informação e Hacker, chamado Elliot. Trata-se de um sujeito bem pouco convencional. Sua forma de ver o mundo e de lidar com ele são muito peculiares e isso se reflete na própria dinâmica dos acontecimentos.

Os episódios trabalham em duas frentes, alternando entre o mundo do hacking e os dilemas da vida cotidiana. Com uma história bem amarrada e personagens que poderíamos facilmente encontrar pelas ruas, Mr. Robot tem um clima realista e uma estrutura preocupada em funcionar como espelho da realidade.

Não espere bons sentimentos ao longo da história. Não existe intenção de massagear egos ou provocar risadas. Trata-se de um drama, daquele tipo que não maquia nada nem ninguém. Elliot, com todos seus defeitos, inseguranças e ansiedades, nada mais é do que um esboço de grande parte da sociedade atual, pressionada por um sistema que começa a fazer pouco sentido.

A Virtude da Honestidade

1442221067_11Quantas inconsistências você enxerga no mundo em que vive? Fome, injustiça, desemprego, violência, corrupção, manipulação de massa, apenas para citar algumas. Quantas vezes você fez algo a respeito? Quantas vezes lutou contra a “mão invisível” que leva para abismos profundos de ignorância, consumismo e conformismo? Essas perguntas são o cerne de Mr. Robot.

Pode parecer um discurso obsoleto, mas acredite, o seriado merece uma chance. Não se trata de socialismo ou algo do tipo. Encontramos o retrato de um mundo sendo devastado bem à nossa volta, de pessoas que vendem suas almas por ilusões e de homens que fazem de tudo pelo controle alheio.

Mr. Robot tem o nosso selo de qualidade pela coragem em falar sobre o que muita gente pensa, mas esconde. Sem se pautar em utopias, a história é sobre reagir às celas invisíveis, à vida de aparências, às novas formas de escravidão cuidadosamente projetadas. A seu modo a série trabalha o papel primordial do Coaching: libertar indivíduos de suas prisões e limitações.

We-Are-FSociety-640x582Acredite, caro leitor, após conhecer Elliot, Tyrel, Darlene, FSociety e companhia, você nunca mais olhará da mesma forma para o governo, para as grandes corporações, para seu cartão de crédito e, talvez, sequer para si mesmo.

“Você precisa abrir seus olhos antes que nós possamos abrir sua mente”

FSociety

2 Comments

  1. Igor Bello 23 de julho de 2016

Leave a Reply