O Lobo de Wall Street: Lições Mais Valiosas Que Ouro

Se você ainda não assistiu ao filme O Lobo de Wall Street, pare de ler este artigo agora e vá assistir. É sério. E eu não digo isso pela história envolvente, pelos personagens engraçados, pelas grandes atuações ou por ser baseado em fatos reais. Eu digo isso porque o filme é uma aula sobre motivação, persuasão, produtividade, limites e sucesso. Prepare-se para uma viagem alucinante.

Seria Cômico, Se Não Fosse Trágico

The-Wolf-of-Wall-StreetAstuto, inescrupuloso, manipulador, carismático, desonesto, drogado, ansioso, generoso, desequilibrado. Essas são algumas das características retratadas por Leonardo DiCaprio no papel de Jordan Belfort, no filme que fala das memórias sobre sua turbulenta passagem pela bolsa de valores norte-americana.

A narrativa descreve histórias que beiram o surreal. Constrói-se um mundo de pessoas comuns em papéis de reis, de lutas despudoradas contra os limites do certo e errado, de heróis que parecem vilões ou vilões que parecem heróis, em uma realidade de valores deturpados, na qual vilania ou heroísmo são postos de lado e só uma questão impera: dinheiro. Esse é tom e o contexto.

Não espere um filme comedido. Não é essa a proposta. Drogas, fraudes, orgias e boa parte de todas as outras coisas grotescas que você possa imaginar, são retratadas na obra de Martin Scorsese. E isso leva à questão na qual você está pensando nesse exato momento: “Por que meu Coach me recomendaria um filme assim?”.

Muita Atenção Nessa Hora

Esqueça por um minuto os crimes citados acima e os demais deslizes que você encontrará na história. São coisas bem pesadas, algumas muito complexas, mas nosso foco aqui é no que há de proveitoso. Falemos um pouco do que você pode trazer para sua vida (ESQUEÇA TODO O RESTO!):

Uma aula de persuasão. Todos em algum momento precisam convencer o próximo de um ponto de vista: entrevistas de emprego, negociações ou vendas, por exemplo. O filme é um manual de estratégias sobre o assunto. A ética utilizada na história deve ser completamente esquecida, mas os processos de persuasão representados valem ouro!

Pessoas juntas, trabalhando pelos mesmos objetivos, movem montanhas. Belfort tem uma habilidade única de reunir pessoas, dar-lhes uma meta e motivá-las. Como anda sua capacidade de atrair parceiros e potencializar talentos?

Se você quer algo, sonhe, acredite e trabalhe por isso. Os caminhos escolhidos pelo protagonista não foram os melhores, por serem contra a lei, mas sua resiliência é invejável. Não há quebras de ritmo, lamúrias ou desistências, apenas disposição para seguir em frente, independentemente da circunstância.

Objetivos, objetivos, objetivos. O que move você? Não importa se é o dinheiro ou se é algum conceito mais profundo, descubra e se agarre a isso! Faça o possível e o impossível (mas seja ético!!) e mantenha-se focado.

De que vale a vida, se não for aproveitada? Trabalhe muito, faça sacrifícios e seja diligente, mas lembre-se: você só tem uma passagem pela terra. Aproveite-a tanto quanto possível, pois não há retornos. Busque seus objetivos, atenha-se a seus valores, mas, principalmente, divirta-se!

Extraindo e Gerando Valor

926964-55652a92-ea27-11e3-b156-d40c8a88d56fÉ isso aí pessoal! Reiteramos que não somos coniventes com nenhuma das atitudes ilícitas assumidas por Jordan Belfort, mas é fato que ele tem muito a dizer. Prova disso é que hoje ele se dedica a dar palestras e é reconhecido mundialmente por suas habilidades, especialmente no quesito vendas.

Creio que o maior aprendizado que o Lobo de Wall Street pode nos dar, é de que não existe barreira grande o suficiente para impedir um homem determinado que utilize a abordagem correta. Afinal, como ele mesmo diria:

“A única coisa entre você e seu objetivo é a história que você sempre usa para não alcançá-lo.”

Leave a Reply