VUCA: Tomando Decisões em Cenários de Incerteza

Businessman walking the path of insecurity

O mundo dos negócios, especialmente diante do contexto global, convive com um alto nível de incerteza. Empresas nascem e se vão em curtos intervalos de tempo, novos modelos de negócio surgem da noite para o dia e fatores que antes eram considerados irrelevantes entram em cena.

Esse dinamismo dificulta o processo decisório e pode até mesmo levar à inércia corporativa, diante da dificuldade em saber o que vem pela frente. Modelos de representação que sejam capazes de captar e traduzir essa situação se tornam então importantes para a escolha de caminhos estruturados, e é aí que entra o conceito de VUCA.

Um Acrônimo de Peso

VUCA:

  • Volatility (Volatilidade)
  • Uncertainty (Incerteza)
  • Complexity (Complexidade)
  • Ambiguity (Ambiguidade)

Os quatro componentes da VUCA são variações que podem acontecer no ambiente de negócios e dificultar a tomada de decisões. Tratam-se de situações de risco, nas quais um passo equivocado pode levar a cenários desvantajosos para os objetivos da organização. A ideia então é mitigar os possíveis efeitos negativos por meio da identificação clara do cenário enfrentado.

Entenda os Elementos

Vejamos situações em que cada um dos elementos se faz presente para entendermos como usar o modelo a nosso favor na prática:

No caso da Volatilidade, imagine que você possui uma empresa de logística e tem enfrentado um problema recorrente com a alta variação do preço dos combustíveis, fazendo com que, em curtos intervalos de tempo, haja amplas diferenças nos custos das viagens.

Uma solução possível seria comprar grandes quantidades de combustível quando os mesmos estivessem em um patamar de preços considerado baixo. Esse é o tipo de operação que exige decisões ágeis e que reduz a volatilidade do cenário.

customer-journey-mappingPensando em termos de Complexidade, imagine que você decide transformar seu negócio em uma franquia. Apesar de ter toda a legislação disponível e outras empresas para benchmark, o volume de informações e a quantidade de adequações a serem processadas tornam essa transição altamente complexa.

Essa é uma situação que demandará uma reestruturação interna, de forma a organizar e criar processos adequados à nova condição que será adotada e às novas atividades e formas de controle necessárias.

Para analisarmos a Incerteza imagine que você possui uma empresa que atua na área de extração mineral. Você tem ciência de que existem grupos ambientais contra a sua atuação em determinadas regiões, porém não sabe quais iniciativas esses grupos podem tomar e nem os impactos que elas podem trazer.

Você, portanto, tem ciência do motivo e sabe o tipo de situação que pode acontecer, mas falta a noção de quando e como. Dessa forma o essencial é a coleta de informações. Seria necessário monitorar movimentos contra sua organização, em redes sociais, por exemplo, e identificar o histórico da forma de atuação desses grupos, para que um certo grau de previsibilidade seja possível.

Por fim, temos a Ambiguidade. Imagine que você decida expandir suas operações de marketing para a internet, porém sua atuação é em uma área na qual tradicionalmente as empresas possuem pouca representatividade on-line. Dessa forma, é difícil saber como os clientes responderão à questão.

Como é um caminho pouco trilhado, não é possível ter certeza sobre causa e efeito e nem mesmo prever o que acontecerá. Essa questão deve ser solucionada com avaliação prática daquilo que traz ou não retorno, de acordo com a reação das pessoas. O acúmulo de experiência é a solução em si.

Em resumo:

Imagem - VUCA

Clareza e Objetividade

Os cenários descritos representam o mundo em que os negócios são realizados, tanto para uma grande multinacional, quanto para uma quitanda de bairro. É importante ficar atento às condições de risco que circundam sua empresa e defini-las claramente, para assim encontrar soluções efetivas.

Referência Bibliográfica

BENNETT, Nathan; LEMOINE, G. James. What a difference a word makes: Understanding threats to performance in a VUCA world. Business Horizons, v.57, p.311-317. Indiana/EUA: Elsevier, 2014.

Leave a Reply